quinta-feira, 23 de setembro de 2010

E o que existe dentro da vida, que exista fora das palavras?


Capítulo III - Leia: I e II


Nem todos os homens contam


A escrita veio a desabrochar dos dedos dos homens bem depois da criação do mundo – Mas as palavras – ainda que não fossem riscadas por dedos humanos – sempre esteve viva, presente na história.


Seja em lábios ou em livros, sempre esteve viva e sendo usada pelo tal homem sem nome. O homem que até hoje, tenta ensinar a suas criaturinhas humanas o quanto usar das palavras é algo poderoso.


Se eu invento – Então existe.


Se você acredita – Então é real/verdadeiro


As palavras estão aqui; Use-as

Dê vida ao que ninguém fez nascer ainda – Pinte seus mundos/seus cenários, borde as suas crenças.



Pessoas lindas, espero que estejam gostando e compreendendo tudinho, na próxima semana será postado o capítulo final. Beijos doces a todos e obrigada pelos comentários e visitinhas mudas também.

6 comentários:

Clara disse...

Às vezes eu paro pra pensar em toda a vida que existe em um livro, um mundo inteiro! Parece maluquice que tantos personagem existam dentro de linhas e papel. Assim, também podemos criar tudo, provocar sentimentos, fazer a vida botar por um ângulo diferente. Tudo isso apenas com palavras! :)

Rodolpho Padovani disse...

Eu uso e adoro usar as palavras e criar coisas que ainda não foram criadas, dar vida ao que existe somente em minha mente e tornar "palpável" e visível para todo mundo.
Tá muito bom esse conto Tati, espero a parte final.

Bjs =)

Cris Souza disse...

AS palavras dão movimento a minha vida. Nada seria se assim não fosse. Estou adorando cada capítulo e vou esperar pelo próximo. Beiijos!

Inercya disse...

É lindo o que você escreve.
E é uma coisa que nunca morrerá, as palavras. E usá-las de forma tão verdadeira é mais bonito ainda.
:*

Doce Nostalgia disse...

Eu AMO as palavras! *-*
Acredito que é uma das mais belas descobertas que eu fiz, tem gente que não gosta infelizmente =/

Mas é lindo, dar vida aquilo que só existe na minha cabeça, através de palavras! rs

Beijos linda!!!!

Ana Beatriz disse...

A minha criação dentro de minha cabeça é algo engraçado. Todos os dias, se eu pegar um papel e uma caneta, algum personagem ou uma história - por mais mirabolante que seja - vai sair de meus pensamentos. Admiro quem consegue fazer isso, como você!