domingo, 12 de dezembro de 2010

Dentro de casa





Capítulo III – A cúmplice



Logo identificou a silhueta familiar vindo em sua direção. Sorriu por dentro, aliviada enquanto sua irmã - cúmplice se sentava ao seu lado:


- Está tudo aí dentro?

- Sim está! Mas não sei se devo, sabe.


-Bem, é agora ou nunca... Deixe-me ver? - Abriu um pouco a tampa e espreitou pela fresta - Acho mesmo que seria importante fazermos hoje - continuou - Você não está cansada de esperar?


- Acho que sim, estou cansada. Mas isso não justifica minha decisão - talvez, eu devesse esperar um pouco mais - Mirou as águas do lago mais uma vez, como quem observa uma cachoeira de imagens, lembranças.


A irmã entortou o lábio em sinal de impaciência. Conhecia Nana muito bem para saber de sua teimosia irrefutável. Além do mais, percebeu que ela estava prestes a chorar. Pensou se deveria puxar assunto sobre as cerejeiras lindas daquele ano, ou se deveria ir embora.

Levantou-se em silêncio, olhou as nuvens por um instante curto e por fim falou; - Você precisa fazer isso sozinha, se precisar de mim, sabe onde me encontrar Baby... - E caminhou rumo à cerejeira que encantava seus olhos a puxando pra si.


-Mas, devo te lembrar - quase sussurrando - que esta é sua melhor chance. Dito isto, sumiu entre as árvores.


Nana baixou os olhos mirando a caixinha amarela. De fato, assumia pra si mesma, não sabia o que fazer. Ali sozinha, sentiu-se desamparada e com um enorme peso nas costas. Deixou-se cair no gramado e chorou todas as lágrimas de medo que tinha.


Primeiro de Muitos – Por Clara Doce histeria e Tati Tosta [re]construções



'Admito que esse conto foi um dos que mais senti prazer em desenhar. Já admirava Clara antes, quando a lia de longe e agora podendo ter a honra de riscar linhas junto a ela, sinto-me honrada.'

2 comentários:

Inercya disse...

Prazer é ler suas palavras, Tati. Suas e de Clara na verdade. Devo dizer que essa história está me encantando, mesmo que para ler um capitulo eu tenha que esperar.
;*

Rodolpho Padovani disse...

Ai ai, esse é pra me matar de curiosidade, eu já tenho uma caixa na vida real pra tentar descobrir o tem dentro e agora mais essa, haha...
Tá tudo ótimo até agora, manda mais...

Bjs =)