domingo, 28 de novembro de 2010

Dentro de casa



Capítulo I – O jardim


Era primavera, as árvores no jardim de cerejeiras cintilavam em rosa, vez ou outra, tons esbranquiçados passavam por elas.

Nana, sozinha num banco salpicado de rose, divagava sobre os piqueniques que seriam possíveis sobre aquele gramado verdejante que a cercava. Imaginou dezenas de toalhas xadrezes espalhadas sob as sombras coloridas, crianças correndo, walkmans e cheiro de hambúrguer.

Ouviu um marreco cantar ao longe e por um instante, agradeceu por aquele lugar ser ainda ermo e, de certa forma, um segredo seu e de seu silêncio.


Puxou e soltou o ar seguidas vezes, inalando o cheiro suave que infestava todo o lugar e lançou os olhos ao céu que se estendia todo deslumbrante acima de suas madeixas. Prendeu-se ali por alguns instantes se deixando atingir pelo vento leve e a beleza das nuvens que formavam carneiros e construções. Fechou os olhos.


Por um momento, a lembrança do que viera fazer ali turvou um pouco seu espírito tão cativado pela beleza do lugar. Apertou os polegares e um olhar preocupado apareceu naquele rosto tranqüilo. Procurou com o olhar o lago espelhado e vivo à esquerda, como que tentando afastar tais pensamentos pelo menos por enquanto...



Primeiro de Muitos – Por Clara Doce histeria e Tati Tosta [re]construções

4 comentários:

Silvia disse...

Tanto tempo que não venho aqui. Um luigar maravilhoso para buscar inspiração. Senti cada sensação... e aguardo ansiosa pelo restante dos capítulos. Preciso dizer, seu layout está lindo demais...

Beijo grande

Inercya disse...

Primeiro de muitos, awn. *-*
Continue, Tati.
bjo :*

Bell Souza disse...

Lindo lindo! Que bom que suas parcerias voltaram... eu que toh na dívida!

Rodolpho Padovani disse...

Através dessas linhas eu fui levado para esse jardim, sentado numa toalha xadrez e assistindo a cena toda.
Muito boa essa parceria =)

Bjs.