quinta-feira, 25 de junho de 2009

Como Bexigas


Tudo que Enche, Explode

Em tudo o que se faz, decorre um efeito, este por sua vez é inevitável, e assim como não existem formas para que se finde em uma consequência sem um ato, não existem métodos para evitá-las. .
Com isso afirmamos que somos em parte bexiga e em parte ‘ o operante soprador’ que tem como função, saber apenas esperar.

Se formos bexiga, sejamos pacientes para que o ar entre pouco e lentamente dentro de nós, fazendo-nos inflar e permitindo que nossas partículas se estiquem a cada arfada de ar mais e mais, podendo assim tornar-nos um grande e belo balão, útil para embelezar um local, tanto quanto para divertir uma criança.

Se não soubermos ser bexiga paciente, podemos consequenciar uma perda.

Pensemos como bexigas; Enquanto o ar entra, as partículas se esticam e se houver ar além de sua capacidade de suporte ocorrerá de fato uma divisão das partículas que forma você, tornando você inútil para qualquer serviço, seja como enfeite, seja como operante de sorrisos.

Como bexigas, sejamos pacientes, para que não absorvamos ar demais, evitando assim uma explosão e uma consequência de perda irreversível.
Como o ser ‘operante soprador’ é necessário usar de sabedoria durante o seu trabalho. Qualquer ânsia absurda pode levar ao fim inevitável. É fácil demais que um ‘operante’ perca-se e faça com que o seu trabalho não renda o que precisa, no tempo certo e da maneira ideal. Pensemos agora, como ‘operante soprador’;

Enquanto introduzimos matéria milagrosa que faz com que a bexiga infla e suas partículas se estiquem, fazemos de certo modo, um esforço. E por consequência sentimo-nos desgastados.
.
E com esse desgaste e a ânsia de terminar todo o trabalho rapidamente, perdemos a capacidade de esperar sabiamente o tempo que a bexiga necessita para encher e começamos a introduzir ar e ar sem medidas, e o fim é o mesmo, explode-se a bexiga. Perde-se um bom resultado do trabalho.

A paciência é, portanto indispensável.

E saibamos bem, que de tudo, algo se finda. Sendo uma explosão ou um sorriso produzido como efeito.

Tudo o que Enche, um dia, explode[seja um explosão provocada, seja uma consequência natural]
.
[Se você for a bexiga, administre o ‘operante soprador, e se for o ‘operante’ respeite o tempo da bexiga.]

Tatiane Alencar e Elida de Jesus

7 comentários:

Deize disse...

'A paciência é, portanto indispensável'

Queria possuir esse dom: Paciência.

Anonymous disse...

Enfim, paciência, excelência.....

Anonymous disse...

Que bom que está exposta a teoria da bexiga, talvez possa trazer paciência à quem lê, e felicidades para quem souber que ela está sendo lida....Frafrú

Tati Tosta disse...

.Talvez seja assim que eu deva de botá aqui daqui pra frente
.
Frafrú. de Frofrú
.

Tati Tosta disse...

.Dê minha mãe.

Espere, um dia essa tal paciência chega se acenta e acomodá-se em nós.

.

Amém

Deize disse...

Que assim seja!

Tati Tosta disse...

.Para sempre amém.

rs