sábado, 14 de fevereiro de 2009

Desejos

Pouco nos falamos[isso é um fato fácil de ser notado].
E quando falamos. Vem logo desejos.
De que o dia seja bom, a noite inundada de sonhos lindos
E o amanhecer. Pontual.
Incrível.
Quando peço pra você e pro céus que você não
Perca hora[o ônibus].
Vejo-te pela manhã[linda como sempre].
Nunca me vês[isso é fácil de se dizer].
E ainda pergunto-me.
Onde é que está à força da atração?
Do Universo respondendo a petição?
Incrível.
Mas eu sempre te vejo.

2 comentários:

Alexandre Spinelli disse...

UAU! Muito bom!
Que surpresa agradável este teu blog...
BeijO!

Tati Tosta disse...

'surpresa agradavel'

valeu Alexandre... Beijos